Queimadas em Novo Progresso, Pará - Foto: Fernando Souza - AGIF-AE/arquivo
OPINIÃO

Desafiando o Antropoceno

Agrônoma, com doutorado em Ecologia pela University of Stirling (UK). Estuda a ecologia da Floresta Amazônica. Pesquisadora titular e ex-diretora do Museu Goeldi. Conselheira da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência-SBPC

Ima Vieira

11/11/2022

CHANGE TO ENGLISH VERSION

Há cerca de 20 anos, o cientista, da área de química atmosférica, e ganhador do prêmio Nobel, Paul Crutzen, declarou que tínhamos entrado numa nova época geológica: o antropoceno, um período dominado pelo ser humano. Mudanças observadas no sistema climático, na biodiversidade global e até mesmo nos processos geológicos indicavam que seres humanos tinham alterado radicalmente o planeta. O reconhecimento formal dessa nova época geológica tem sido importante para mobilizar uma ação ecológica mundial.

Tem se destacado a influência crítica do uso da terra nos trópicos sobre o funcionamento dos sistemas terrestres. Os cientistas já demonstraram, por exemplo, as cadeias interligadas de impactos que o desmatamento de florestas tropicais pode ter na biodiversidade, solos, precipitação, temperatura, e o ciclo do carbono em escalas continentais e mesmo planetárias. Dado que os trópicos são hoje alguns dos lugares mais povoados da Terra, sendo o lar de uma diversidade cultural espantosa, incluindo mais de três quartos de todas as línguas, e que em 2050 teremos uma população considerável, essas regiões são críticas para explorar o início do Antropoceno e as implicações para o futuro da humanidade.

Reconhece-se que desde a década de 1960, o sistema socioecológico amazônico encontra-se em fase de contínuo dinamismo, caracterizado pela transição de diferentes fases - passando de um conjunto de ecossistemas relativamente intocado a um mosaico complexo de diferentes usos da terra. Assim como em outros biomas florestais tropicais, na Amazônia há vários elementos de pressão e de impacto humano. Os grandes projetos hidroelétricos, a mineração e o garimpo, a extração madeireira, a agropecuária e a produção agroindustrial contribuem para o contínuo desmatamento e a degradação ambiental na região amazônica hoje, contudo também é necessário olhar para os diferentes desafios ambientais enfrentados pelas cidades, onde vive a maior parte da população amazônica.

Nos debates do antropoceno, é importante destacar que muitos problemas que a humanidade enfrenta são o resultado da nossa incapacidade de conter e controlar completamente as mudanças ambientais que estamos facilitando ou produzindo. No caso da Amazônia, isso inclui, por exemplo: altas taxas de perda de floresta; intensificação das queimadas; enchentes cada vez mais imprevisíveis ligadas às mudanças climáticas; a acumulação de lixo criada pelo consumo de produtos industrializados e a proliferação de doenças em densos assentamentos humanos. 

Além de criar novos ciclos ecológicos que podem aumentar a presença de insetos, resíduos, secas e inundações e  colocar pressão sobre as populações humanas, as atividades antrópicas também motivam que a população desenvolva técnicas criativas para con(viver) com os problemas ambientais e a falta de apoio do Estado na resolução desses problemas. 

Acabar com o desmatamento associado a cadeias de commodities agrícolas para reduzir emissões relacionadas a mudanças de uso da terra, proteger a sociobiodiversidade, contribuir para a segurança hídrica e alimentar, promover o respeito aos direitos dos povos e territórios, além de planejar cidades sustentáveis e resilientes, são desafios a enfrentar. Para isso,  arranjos políticos inovadores serão necessários na busca por soluções de problemas ambientais complexos, em uma nova época geológica, caracterizada por intervenções humanas irreversíveis nas dinâmicas do planeta.

Conseguiremos?
 

ESPECIAIS RELACIONADOS

Quem cuida da Amazônia?

undefined

Maior floresta tropical da Terra, alojada no sistema fluvial mais extenso, de maior massa líquida do planeta e contendo uma em cada dez espécies globa... Read more

Floresta: que significados e definições orientam a sociedade?

undefined

Florestas são importantes para a vida no planeta. Numerosas iniciativas e campanhas buscam sensibilizar a sociedade para a necessidade urgente de prot... Read more